sábado, 8 de agosto de 2009

Sonho (real)

Partilhei recentemente com os meus companheiros de trabalho o meu poema favorito. Que inspirou a criação deste blogue. Todos gostaram, ninguém conhecia. Pelo sonho é que vamos é também o percurso que todos estamos a fazer. Num projecto apaixonante. Com pessoas à altura; lindas, empenhadas, profissionais, de coração grande. Pesssoas que olho nos olhos e vejo a alma. Pessoas que conheço há pouco mais de um mês e é como se conhecesse desde sempre. Princesas e princípes que enobrecem a casta dos bons com gestos simples de solidariedade, amizade, respeito, humildade, generosidade.
Vale a pena esta experiência, este projecto, vale a pena acreditar num mundo melhor. Acreditar nas pessoas, na vida, no sonho.
Sou muito mais feliz desde que estou nesta aquipa. Também sou melhor como ser humano. E em termos profissionais é impagável a oportunidade de estar (também) a realizar uma "velha" aspiração.
Sinto que este projecto e esta equipa têm muito futuro, juntos. Os laços de afecto que nos ligam são muito fortes. O abraço transoceânico que nos une é uma promissora semente de continuidade. Este afecto cola-se - naturalmente - à pele. Cá e lá!

1 comentário:

Laine disse...

Adelaide, sempre entendi que o principal de um trabalho de equipe 'e tentar entender o processo e, de certa forma, se submeter a ele. Vivemos num mundo em que o desejo permanente 'e o de extinguir o processo e chegar logo aos resultados. Evidentemente, s'o h'a bons resultados se planejados - e se vivido o processo de construcao, de criacao e de modificacao permanente.
Entender isso, nao se abater, dar um chega pra l'a no stress nao 'e facil. Mas 'e poss'ivel.
(Desculpe a falta de acentos. Estou num teclado ingles, em Toronto).
Take care.
Laine